Pular para o conteúdo principal

A REALIDADE DE SATÃ(ESPÍRITOS OBSESSORES) - P.YOGANANDA


A Realidade de Satã – P. Yogananda



A obsessão em seres humanos causada por maus espíritos, e a cura de tais casos, não são uma superstição primitiva. Claramente vemos isto em muitas das curas de Jesus, como no caso da mulher de Canaã e sua filha, que estava “gravemente atormentada por um demônio”, e a quem Jesus curou através da grande fé que a mãe tinha nele.

Jesus, com seu conhecimento divino, não teria se referido a tais casos como obsessão por espíritos maus, se apenas fossem casos de histeria ou loucura. Em muitas ocasiões ele ordenou que saísse o espírito obsessor, e a vítima então recuperou a saúde.

A força cósmica perversa emprega milhares de almas desencarnadas malvadas para causar prejuízos ao mundo. Assim como todo o bem é organizado por Deus e seus anjos, e assim como Deus envia Seus filhos espiritualmente avançados para a Terra, de tempos em tempos, para erradicar o mal, do mesmo modo a poderosa força malvada, Satã, com uma vasta multidão de espíritos maus, realiza uma campanha de maldade organizada através do universo.

Milhões de bactérias e todo tipo de doenças, maus pensamentos, más paixões, são todos implantados pela força perversa na mente e no corpo do ser humano. O homem é essencialmente feito à imagem de Deus. Mas Satã implantou no homem a cobiça, o egoísmo, a ira e todas as más tendências que têm obscurecido a pureza das almas humanas.

Almas vagabundas possuem as pessoas de mente fraca e torturam seu cérebro, causando perturbações mentais. Casos desse tipo de obsessão não faltam no mundo. Maníacos sexuais, possuídos por um espírito mau, se divertem em atacar e matar mulheres.

Os grandes Mestres, quando se aproximam de sua liberação final, podem distintamente ver Satã e sua legião de espíritos maus tomarem forma para oferecer resistência contra a entrada dos mestres na beatitude suprema. Quando Jesus se aproximou da liberação completa, foi confrontado por Satã que o levou ao topo de uma montanha, dando-lhe uma visão do vasto reino terreno que ele poderia receber se desistisse do estado de Consciência Divina.

Buddha foi confrontado por Mara que lhe apareceu na forma de dançarinas, tentando-o para que abandonasse a bem-aventurança divina em troca do prazer sexual. Quando Buddha permaneceu imperturbável, a liberação final veio a ele.

Satã tenta diferentes mestres com difíceis provas. Grandes devotos de Deus, à medida que se aproximam da Liberação final, são misteriosamente tentados por várias provas que entram em suas vidas. Mas quando os devotos estão muito perto de Deus, Satã então abandona seu esconderijo e abertamente aparece para desafiá-los.

Houve um tempo em que eu costumava acreditar que Satã era uma força simbólica, uma ilusão metafísica, mas agora sei e dou meu testemunho, assim como Jesus, que Satã é responsável por toda a criação do mal na Terra e nas mentes dos homens.

Tenho visto conscientemente Satã muitas vezes obstruindo-me através de várias adversidades, e tomando formas materializadas enquanto eu recebia a Graça divina. Deus está atraindo Seus devotos com todas as coisas boas para virem a Ele, e Satã, através das falsas atrações de felicidade, está tentando arrastar as pessoas a seu abismo de ignorância e dor.

O homem é livre para escolher as boas coisas divinas ou o mal feito por Satã. Cada vez que o homem age para o bem, ele se aproxima de Deus; cada vez que ele se inclina aos hábitos satânicos da cobiça, ira e outros males, ele se aproxima de Satã. Daí que o homem deve considerar todos os sussurros de sua consciência e boas tendências como o chamado de Deus dentro dele. Todos os seres humanos devem considerar as sugestões dos maus pensamentos como o chamado de Satã e evitá-los.

Se o homem continuamente ouve os sussurros da consciência dentro dele e se acostuma a bons modos de vida, no final descobrirá o eterno bem dentro de si e que ele é feito à imagem de Deus, desse modo se liberando (da roda das encarnações).

Satã não cumpre suas promessas de dar felicidade duradoura através do mal a seus seguidores. No final, todos os seguidores de Satã se afastarão dele para dirigir-se a Deus.

Fonte:http://yoga-ensinamentos.blogspot.com.br/


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

"A VIDA DO OUTRO,A CASA DO OUTRO,O CORAÇÃO DO OUTRO...SÃO TEMPLOS SAGRADOS QUE SE PEDE LICENÇA PARA ENTRAR..." - PARAMAHANSA YOGANANDA

"A vida do outro, a casa do outro, o coração do outro... são todos templos sagrados que se pede licença para entrar. Licença essa, concedida depois de instalada a confiança, o carinho, a verdade... Sem essas preciosas chaves qualquer intromissão é forçada, é indelicada, é errada.
Solo sagrado se pisa descalço... com humildade, com reverência e com profunda fé na Lei da Colheita".Paramahansa Yogananda
______ (cheiro de lavanda)
Melcy Balardini

DEFINIÇÃO DE UM VERDADEIRO GURU - PARAMAHANSA YOGANANDA

DEFINIÇÃO DE UM VERDADEIRO GURU-YOGANANDA
Oh!  Mestre Imortal! Te reverencio como a palavra em voz alta do Deus silencioso.  Te reverencio como a porta sagrada pela qual se entra ao templo da salvação. Ponho a teus pés as flôres de devoção; e também sobre o altar de teu Guru Lahiri Mahasaya, percursor do Yoga  moderno, e também  a de  Seu  Mestre , o imperecível  e onipresente Babaji.
Por Paramahansa Yogananda, ao seu grande guru - Swami Sri Yukteswar Giri.


O Senhor responde àquele que busca, conduzindo-o a um professor ou a livros filosóficos e religiosos que satisfaçam esta sede inicial de compreensão.
À medida que ele absorve os conhecimentos de outras pessoas, seu entendimento se desenvolve e o crescimento espiritual se acelera. Ele se aproxima um pouco mais da verdade, ou seja de Deus. Finalmente, até mesmo esse conhecimento se torna insatisfatório e ele almeja por uma realização pessoal da Verdade. (..) "Li a respeito da Verdade; ouvi a respeito da Verdade. Agora preciso conhec…

9 DICAS DE MEDITAÇÃO DE PARAMAHANSA YOGANANDA

9 Dicas de meditação de Paramahansa Yogananda



1) Meditar profundamente por um período curtoé melhor do que meditar por um longo período com a cabeça voando. Por isso, no começo, não se force a sentar por longos períodos. Almeje meditações curtas e profundas. Gradualmente, você irá se acostumar com a profundidade e poderá aumentar o tempo da meditação. 2) Não sinta-se mal se você se pegar inquieto demais para meditar profundamente. A calma vem com o tempo, quando se pratica regularmente. Portanto, jamais se conforme com a ideia de que meditar não é para você. Lembre-se de que a calma é a sua eterna e verdadeira natureza. 3) Um discípulo estava tendo dificuldades com a sua meditação. Ele perguntou a Sri Yogananda: “Será que não estou tentando com empenho?”. O mestre respondeu: “Você está tentando demais. Você está usando muita força de vontade. Está ficando nervoso. Apenas relaxe e fique tranquilo. Enquanto tentar meditar, você não conseguirá, assim como não consegue dormir quando tenta se…